A Decepção De Acreditar

Por KudzaKlan em

Qual é o sentido em seguir um sentido obstruído? Escrevo para me relembrar de que nunca escrevi e ainda assim continuo esquecido, conquistei o corpo mas a mente permanece deturpada.

Era uma vez… e a história e vai repetitivamente sendo inautenticada, sou uma actualização de uma aplicação limitada por funcionalidades, vivo em uma Falsifidade Ideológica, representada por cópias de identidades, que foram enterradas e mais tarde desenterradas na Era Arqueológica.

Respeito a intensidade da minha privacidade, juntei o silêncio ao pensamento e obtive a insanidade.

Tu és o reflexo do meu interior, eu carrego o corpo e a alma, a vida é o interlocutor uma forma de contrato que nunca foi assinado, viver é como trabalhar ilegalizado, não existe confiança, muito menos garantia, apenas lágrimas de sofrimento no final de cada dia.

Somos idênticos porque partilhamos a mesma identidade, simétricos no pensamento mas distanciados da verdade, quero reverter o nosso plano de existência, dame a conhecer o teu mundo, que em troca te permitirei uma prévia comparência, será como uma negociação tridimensional, a separação do meu Eu e da minha projecção Astral.

Kudza