Covid-19 “Agenda Global”

Por KudzaKlan em

“As Autoridades De Saúde Permanecem Caladas Sobre O Tratamento Mais Eficiente Contra O COVID-19

Para Quem Segue A Agenda Global De Imunização E Sua Implementação Em Diferentes Continentes, O Anúncio De Uma Nova Pandemia Não Foi Uma Surpresa. A Preparação Para A Pandemia Foi Bem Financiada E Uma Palavra De Ordem Por Um Longo Tempo, Antes De Se Tornar Uma Prioridade Nas Últimas Cúpulas Do G7, No Fórum Econômico Mundial De Davos E Em Outras Reuniões De Governança Global. A Última Simulação De Preparação Foi O Evento 201, Um Ensaio De Uma Pandemia De Coronavírus Organizada Em 18 De Outubro De 2019 Em Nova York Pela Universidade Johns Hopkins, Pela Fundação Gates E Pelo Fórum Econômico Mundial.

A Campanha Eleitoral Presidencial Nos Estados Unidos E A Controversa Lei De Vacinação Obrigatória Contra O Sarampo Na Alemanha Proporcionaram Um Timing Perfeito. Que Melhor Do Que O Terror Viral Para Influenciar A Opinião Pública E As Políticas De Saúde Nas Batalhas De Vacinas Que Ocorrem Nos Dois Lados Do Atlântico?

Para A Maioria Que Nunca Ouviu Falar Sobre Isso, Deve-se Lembrar Que Em 2014, A Primeira Reunião Da Agenda Global De Segurança Em Saúde Foi Realizada Na Casa Branca, Alguns Meses Depois Que O Denunciante William Thompson Disparou O Alarme Contra A Fraude. Cometida Pelo CDC No Estudo De Segurança Da Vacina MMR. Essa Revelação Levou A Uma Crescente Desconfiança Nas Instituições De Vacinação E Saúde Pública. Portanto, Na Reunião Do Departamento De Saúde E Serviços Humanos Dos EUA, A Organização Mundial De Saúde (OMS), A Fundação Bill E Melinda Gates, A Aliança Global Para Vacinação E Imunização (GAVI) E Autoridades De Saúde De Dezenas De Países Decidiram Criar Uma Agenda “Segurança Da Saúde” Para O Mundo. Seu Principal Objetivo Era Vacinar Toda A População Do Planeta E Promover Mudanças Na Legislação Nacional. Eles Concordaram Com A Prioridade De Alcançar 90% De Cobertura Vacinal Contra O Sarampo Em Todo O Mundo E Usar Argumentos De “Emergências De Saúde” E “Ameaças Á Segurança” Para Contornar As Leis DeConsentimento Informado E Os Direitos Constitucionais.

Logo Após Essa Reunião, A Grande Campanha “Medo Do Sarampo” Começou Na Disneylândia Em Dezembro De 2014, Levando Á Remoção Dos Direitos De Isenção De Vacina Na Califórnia. Enquanto Isso, A Itália, Que Havia Sido Designada Como A Precursora Dessa Agenda Na Europa, Colocou As Coisas Em Movimento Para Exigir Oito Vacinas Infantis Adicionais.

O Filme Vaxxed Foi Lançado Em Abril De 2016, Durante A Campanha Presidencial. Muitas Famílias Americanas Votaram Em Donald Trump, Esperando Que Ele Criasse Uma Comissão Para Investigar A Segurança Das Vacinas, Pois Ele Parecia Ter Um Interesse Particular. Hillary Clinton, Por Outro Lado, Repetiu Que “A Ciência É Clara, A Terra É Redonda, O Céu É Azul E As Vacinas Funcionam” Ao Longo De Sua Campanha. Poucos Dias Antes Da Votação De Novembro De 2016, O Presidente Obama Assinou Um Grande Financiamento Dos EUA Para O GHSA, Juntamente Com A Fundação Bill E Melinda Gates.

Infelizmente, Após A Eleição, A Comissão De Segurança De Vacinas Que Deveria Ser Liderada Por Robert F. Kennedy Jr. Nunca Aconteceu. Pelo Contrário, A Legislação Draconiana Sobre Vacinas Chegou A Vários Estados. A Califórnia, Por Exemplo, Que Já Havia Abolido As Isenções Pessoais De Crenças, Retirou Quase Todas As Isenções Médicas Em 2019, Iniciando Uma Inquisição Médica Contra Médicos Que Colocaram Seus Pacientes Em Primeiro Lugar. Muitos Californianos, Percebendo Que Seu Eldorado Havia Se Tornado Uma Gaiola Dourada, Mudaram-se Para Estados Mais Livres Para A Escolha De Vacinas, Como Texas Ou Idaho”

Kudza

Categorias: Teatro Cósmico

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *